segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Psycho Drops "Medo de ninguém" (WEA, 1996)


             Você deve estar pensando: O que um disco da Warner faz num blog sobre discos independentes brasileiros? 

Showbizz, ed. 132, julho de 1996
             Digo-lhe que a segunda investida discográfica do Psycho Drops não foi planejada para fazer parte do catálogo da Warner, e sim do Banguela Records, empreitada de Carlos Eduardo Miranda em parceria com alguns membros do Titãs que contratou o Psycho Drops pouco antes de decretar o fim de atividades do selo.

            Ruim pro Psycho Drops, que levou mais um ano para ver seu disco em português ser lançado. Ruim também para a Warner que assumiu a batata quente do Banguela e mal trabalhou “Medo de ninguém”, o disco que esgotou todo o barulho e diversão que restava ao quarteto.

             Para não duvidar que o disco poderia/deveria ser chancelado pelo Banguela, basta ouvir a canção que abre o álbum, uma versão heavy para “Coroné Antônio Bento”. Mas o amálgama do rock com algum ritmo nacional parou por aqui.

           “Estou só” aproxima a banda de um pop fácil, os arranjos vocais lamentavelmente lembram duplas sertanejas notáveis da década de 90. Pule essa. Pule as seguintes também. “Matar você” deve ter alguma referência remota em “Jessica Rose”, do Cascavelettes. 

           
            “Estarei por perto” é pavorosa, até parece música gospel. A segunda parte do álbum traz músicas rápidas, alguns hardcores, como “Estatal”, “Raiva” e “Treta”, e homenagens aos primeiros anos do punk rock nacional, as releituras de “Vida Ruim”, do Ratos de Porão, e “Delinquentes”, do Fogo Cruzado, ambas presentes no precioso “Sub”. Mas nada aqui é suficiente para fazer chover nesse deserto, que não traz medo pra ninguém.

           Quer ouvir? Download aqui!

2 comentários:

  1. Você, obviamente, deve saber que esse disco do Psycho Drops é, praticamente, uma versão em português do primeiro disco da banda. Aliás, eu não lembro de mais nem um caso assim.

    Luciano Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciano,, não sabia que era uma versão em português d primeiro, que inclusive tem aqui no blog. (http://discofurado.blogspot.com.br/2013/10/psycho-drops-another-people-wod-1994.html)
      Em comum, os dois são bem fraquinhos. heheheh

      Excluir