quarta-feira, 6 de maio de 2015

V.A. "Nervoso é a mãe!" (Holiday Records, 1998)


              Esta simpática coletânea reuniu alguns bons nomes do hardcore brasileiro da segunda metade dos anos 90. As gravações foram retirada de demo tapes, o que explica a disparidade da qualidade de som, uma forma bem comum para se fazer coletâneas naquela época.

                São 11 bandas, a maioria do estado de São Paulo, cada uma com duas canções e características próprias, ainda que dentro do punk/hardcore. O Djamblê flerta com o reggae/rapcore, enquanto o É! se apropria de efeitos e elementos eletrônicos, por sinal, o É! foi o "embrião" sonoro do Zé Maria, banda de Vitória/ES de música eletrônica orgânica. Aqui é É ocupa o maior tempo da coletânea, quase 15 minutos para desfilar duas canções, para uma coletânea de hardcore é tempo pra caramba. O Maguërbes soa encharcado de guitarras distorcidas e raivosas, fica até difícil de entender o que acontece em meio aos gritos. 

               Jason, Negative Control, Godzilla e Prole se destacam com um hardcore rápido, certeiro e de boas letras, justificam o titulo da coletânea. Outras bandas soam fracas, por ingenuidade, falta de ensaios ou personalidade, como o INP$ (ensaio), Atitude (personalidade) e o Nocautekoice (ingenuidade)

               Os veteranos do DFC encerram bem o disco com duas canções gravadas ao vivo e emendadas numa única faixa, "Coexistência do caos/Pau no cu do capitalismo em posições obscenas", títulos auto explicativos, não precisa dizer mais nada. 

               Lançado pelo selo Holiday Records, de Limeira/SP, o álbum tem um projeto gráfico bagunçado, mas bastante completo, com encarte cheio de páginas, todo ilustrado e colorido. A ilustração da capa é muito boa e divertida.


                Quer ouvir? Download aqui!
                Também disponível no Youtube!

Um comentário:

  1. maguerbes é foda! não manjava esses sons deles aqui, e sou fã da banda!!

    ResponderExcluir