terça-feira, 12 de maio de 2015

Arthur de Faria e seu Conjunto "Meu conjunto tem concerto" (Barulhinho, 2002)


           O terceiro disco do gaúcho multimídia Arthur de Faria é o primeiro trabalho do compositor e sua banda gravado com a participação de uma orquestra, a Orquestra Unisinos, regida aqui por José Pedro Boéssio. É um trabalho erudito, mas com flertes com jazz, pop, tango, ritmos folclóricos e regionais, mais precisamente dos ritmos da bacia do Prata.

               O álbum começa com um tango e tem uma audição fácil até a chegada dos cinco temas que compõe a "Suíte com vista para o Prata", na qual a música de câmara ganha espaço, arranjos densos que se roteirizados dariam à boa trilha sonora. O disco se encerra com a "Água podrida", do compositor uruguaio Leo Masliah, que já havia sido visitado por Arthur de Faria no espetáculo "Um estranho senhor: Masliah".

              Gravado ao vivo entre 1999 e 2000, "Meu conjunto tem concerto" recebeu apoio da Prefeitura de Porto Alegre e chegou ao disco através do pequeno selo local Barulhinho, experiência fonográfica de curta duração, mas de discos caprichados. O projeto gráfico é bastante completo, traz muitas páginas e fotos, além de letras e ficha técnica detalhada.

             Quer ouvir? Download aqui!
             Também disponível no Youtube!

2 comentários:

  1. O Disco Furado é um dos melhores blogs pra quem gosta de garimpar discos. Especialmente pra quem curte o underground brasileiro dos 80/90/00! Muito feliz de sempre ver novidades por aqui e no canal do Youtube. =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Crushemhifi!
      Obrigado pelas visitas!
      Qualquer pedido, estamos às ordens.
      Abração!

      Excluir