sexta-feira, 6 de março de 2015

Eterno Grito (Toc Discos, 1988)


           O Eterno Grito surgiu em 1986 na capital carioca. Com uma sonoridade sombria, resquícios góticos nas letras e sonoridade pós-punk, ainda que acessível, Echo & Yhe Bunnymen é uma referência explícita. Gravaram uma demo tape em 1987 que caiu na programação da Fluminense FM e abriu espaço para que a banda registrasse novas composições, agora com o objetivo de lançar seu primeiro álbum.
  
              Em 1988 saiu este mini-LP com seis canções, todas composições próprias e de títulos diretos, reduzidos a apenas uma palavra. "Archote" abre o disco e poderia render um hit ao Eterno Grito. A levada lenta de "Silêncio" cria um clima angustiante ao disco preenchida com a sorumbática e ruidosa "Amor". Em "Fumaças" a interpretação de Fernando Newlands beira o lado mais pop do disco. "The Sin" é a única com letra em inglês. Todas as legras são de Fabio Leopoldino (1963-2009), ora em parceria com outros integrantes ora sozinho. 



               Produzido por Mauricio Barros, tecladista e um dos fundadores do Barão Vermelho, a estreia do Eterno Grito também foi a estreia do selo carioca Toc Discos, que em sua curta trajetória e um catalogo de nove discos, teve apenas o Eterno Grito como representante do rock brasileiro. Os demais discos foram lançamentos nacionais de rock progressivo, Focus, Eloy e Jethro Tull, além do jazzístico Marcio Montarroyos. O Eterno Grito durou pouco após lançar seu primeiro registro, dois anos depois Leopoldino e o baixista Francisco Kraus surgiram com uma nova banda, o Second Come.  

           Quer ouvir? Download aqui!

9 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dudu!
      Não é por aí que posso fazer isso. Preciso dos discos, só acesso ao MP3 não basta.
      Abraços

      Excluir
  2. Ainda tenho o LP original deles - bacana a banda - me faz lembrar dos shows no Circo dos anos 80 - muito som e diversão. Bons tempos!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom!! Não conhecia essa banda "Eterno Grito". Cara, vc está de parabéns pelo belo trabalho de resgate, digitalização e textos. Já pensei em fazer isso, pois tenho algumas raridades do Rock Nacional aqui em vinil, mas é necessário muito conhecimento, tempo e dedicação para manter um blog assim! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  5. Muito bom!! Não conhecia essa banda "Eterno Grito". Cara, vc está de parabéns pelo belo trabalho de resgate, digitalização e textos. Já pensei em fazer isso, pois tenho algumas raridades do Rock Nacional aqui em vinil, mas é necessário muito conhecimento, tempo e dedicação para manter um blog assim! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  6. Muito bom!! Não conhecia essa banda "Eterno Grito". Pena o link para download não estar funcionando... Cara, vc está de parabéns pelo belo trabalho de resgate, digitalização e textos. Já pensei em fazer isso, pois tenho algumas raridades do Rock Nacional aqui em vinil, mas é necessário muito conhecimento, tempo e dedicação para manter um blog assim! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  7. Tirei o comentário que fiz no início de 2015, para que os chatos "fiscais da legalidade" não leiam e saibam que tem novos meios de puxar arquivos sem ter que pagar nada. Agradeço a resposta do Disco Furado(em 30 de Março de 2015).

    ResponderExcluir