terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

V.A. "Do Lundu ao Axé: Bahia de todas as músicas" (Independente, 2000)


              Um projeto ousado homenageou a música e os compositores baianos do século XX. A ousadia está na abrangência do projeto que tenta dar conta de vários ritmos criados ou absorvidos pela música baiana. O resultado é ótimo e rendeu 30 novas interpretações de 24 cantores e compositores, versões cuidadosas nos arranjos e na escolha de artistas e repertório, além de outras bastante curiosas.

             "Do Lundu ao Axé" é dividido em dois CDs, O primeiro disco abre com o Lundu "Isto é bom, de Xisto Bahia, aqui com a voz de Paulinho Boca de Cantor, considerada a primeira música brasileira gravada em disco, em 1902. "Yayá yoyô" é uma marchinha de carnaval na voz de Xangai e mostra que as canções baianas de carnaval são afeitas a um refrão onomatopaico há muito tempo. O samba "Ya yá baianinha" com Roberto Mendes está mais ligado aa tradição de canções praieiras e preguiçosas. Lazzo homenageia uma das mais belas canções de Dorival Caymmi, "Saudade de Itapoã". O clássico samba de Assis Valente "Brasil pandeiro" é revisitado corretamente por Silvinha Torres. Carlinhos Brown escolhe uma das poucas composições de João Gilberto, o samba bossa minimalista "Bim bom".

          Moraes Moreira vai de dois compositores baianos de uma mesma escola, a de compositores de letras populares e divertidas, Gordurinha em "Baiano burro, nasce torto" e Riachão em "Cada macaco no seu galho". Tonho Matéria domina os sambas "Ilha da maré", um sucesso na voz de Alcione, e Quem samba fica" de Tião Motorista. O samba "O ouro e a madeira" ganha uma versão caprichada na voz de Nelson Rufino. "Verdade", samba de Nelson Rufino, é interpretado por Edil Pacheco, um dos idealizadores do disco junto com Paulinho Boca de Cantor. Paulinho também abre o segundo CD da coletânea, dessa vez interpretando "Alegria, alegria", que por sua vez dispensa apresentações.

         A política "Soy loco por ti América", de Gilberto Gil e Capinam, manteve sua sustentação latina na interpretação de Margareth MenezesA segunda maior homenagem de compositores baianos à capital paulista, "São, São Paulo" de Tom Zé, ganhou voz de Vânia AbreuGilberto Gil empresta suavidade para a lindíssima "Swing de Campo Grande", preciosidade presente em sua versão original no absoluto "Acabou chorare", do Novos Baianos. Gil, ex-vocalista da Banda Beijo, retoma o repertório dos antigos trios elétricos no frevo "Frevo doido" de Osmar.

          Gerônimo, um dos pais da Axé Music, surge cativante na mais surpreendente versão da coletânea, uma salsa para "Maluco beleza", uma delícia de se ouvir! Raimundo Sodré e Luiz Caldas dividem vocais em "Filho da Bahia" e emendam com "Amor de Matar". A voz única de Virginia Rodrigues parece carregada de banzo e doçura em "Ijexá" e "È D'Oxum". Um dos maiores hits da música baiana, e pilar do repertório da lambada, "Fricote", de Luiz Caldas, recebeu uma voz conhecida do carnaval baiano, a de Durval LélisHit da Axé Music e homenagem a Salvador, "O canto da cidade" perde expressividade na voz de Claudete Macedo. A homenagem ao bloco afro Ilê Ayê "Depois que o Ilê passar" encontrou a voz de Márcia Short. O álbum se encerra com o maior representante da guitarra baiana contemporâneo, Arrmandinho nos axés "Nossa gente" e "Canto pro mar"

          O projeto gráfico de "Do Lundu ao Axé: Bahia de todas as músicas" é bastante caprichado, um livreto de 30 páginas traz informações sobre compositores, intérpretes e datas das gravações. Além de textos dos pesquisadores Perfilino Neto e Cid Teixeira. O livreto traz imagens em marca d'água de artesanatos, como redes e jarros, além de instrumentos musicais caraterísticos da Bahia, como berimbau, agogô e congas. O álbum produzido com apoio do Governo do Estado da Bahia não foi lançado comercialmente e suas poucas cópias foram destinadas a centros culturais e acervos públicos. Uma pena, pois se trata de um disco de grande qualidade.
            
             Quer ouvir? Download aqui!
             Também disponível no Youtube!

2 comentários:

  1. Excelente matéria e parabéns por disponibilizar o Download, pois uma obra desta magnitude não pode ser desconhecida. Excelente.

    ResponderExcluir