sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

A Grande Trepada "Rockabilly Voodoo" (Polvo Discos, 1994)


           Depois de seis anos de shows, demo tapes e de participar da primeira coletânea em vinil de bandas de psychobilly, A Grande Trepada lançou seu primeiro disco. Aproveitaram bem o repertório acumulado, afinal são 30 músicas em mais de uma hora de psycho, rockabilly e rock'n'roll.

           As canções não ultrapassam os dois minutos. Foram regravadas as músicas presentes na coletânea "Devil Party" - "Freud", "Dó-ré-mi-fá Baby" e "Surf Drácula" - somadas as outras 25 músicas da demo tape "Voodoo Tapes", de 1993, que deram origem ao primeiro disco d'A Grande Trepada, também conhecida como Big Trep.

                 Os temas conhecidos do psychobilly estão em "Vampiro adolescente", "Bat funeral", no psycho(trópico) "Mamãe quero ser junkie" e no psycho-pornô "Carneirinho", uma boa história sobre o carneirinho fofo que virou ator de filmes proibidos e que, depois de 15 anos preso por tráfico, acabou trabalhando num posto em Minas Gerais - oh imaginação! "Elvis" faz ode ao Rei do Rock, mas assassina o ídolo em 1958, quando Elvis entra para o Exército norte-americano. Há regravações para Stray Cats, "Cross of love", Eddie Cochran, "Milk cow blues", e Buddy Holly, "Oh! Boy".

Bizz, edição 104, março de 1994
                 Também têm baladas românticas distantes (mas não muito) do submundo, como no rockabilly apaixonado de "Tudo que você quer" e "Dança do acasalamento" e no doo wop sacana de "Sonhei com você", esta escrita em parceria com Luís Antônio 'Skunk', um dos fundadores da "hemp family", falecido antes do estouro do Planet Hemp e homenageado no álbum da Big Trep.

              A canção que dá título ao disco traz um rockabilly de festa, assim como a divertida "Encontro com o Diabo". Letras sobre narrativas sexuais também entram nos temas, nesta a AIDS aparece como um fantasma a assombrar "Balada sangrenta" e "Sex appeal", esta com um discurso pró-sexo oral também como forma de afugentar o vírus que levou Skunk e tantas outras pessoas no início da década de 90.  

             Quer ouvir? Download aqui!
             Também disponível no Youtube!

Nenhum comentário:

Postar um comentário