sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

MQN "Hellburst" (Monstro Discos, 2002)


                 Alçada a condição de principal nome do Stoner Rock brasileiro, antes mesmo de chegar ao primeiro disco, o MQN apresentou um bom resultado em "Hellburst", seu celebrado álbum de estreia.

                Entre o primeiro EP, "Television in full colour" de 1998, e "Hellburst" o MQN lançou três compactos, contando com o split "Hot Rod Music", dividido com o Thee Butchers'  Orchestra. Os compactos caprichados foram lançados pela seu próprio selo, a Monstro Discos, selo responsável pelo êxito do MQN e pela formação de um novo cenário de rock brasileiro independente na transição para o novo milênio,

              "Hellburst" traz 11 canções energéticas e que se encaixam naquele rótulo que a imprensa adotou para o quarteto, o tal do Stoner Rock tão em voga na primeira metade dos 00's, com o "estouro" do Queens of the Stone Age e o redescobrimento de bandas que abusavam dos riffs secos de guitarra somados à bateria marcada, modorrenta e pesada e o baixo pulsante. 


Revista Frente, edição 02
               O som do MQN é mais ou menos assim, porém mais acelerado e portanto,mais festeiro. Mais álcool do que peiote. O vocal de Fabrício Nobre foge um pouco ao estilo, por ser mais melódico e carregado de sotaque goiano - as letras são todas em inglês. Contém "hits" como as ótimas "Devil Woman", "You ain't got nothing (Stop foolin' around)" e "A car goes fast", além de outros bons pedradas como "Clubs & Drugs", "Stoned" e "Surfing", esta com participação do teremim assumido por Coco, baixista do Man or Astro-man?, quarteto norte-americano que convidou o MQN para gravar nos Estados Unidos. E eles foram, gravaram e tocaram, uma peripécia rara para uma banda independente brasileira.

      O álbum teve uma excelente repercussão, frequentou a lista dos melhores discos daquele ano e recebeu resenhas em praticamente todos os veículos de mídia impressa. As primeiras edições de "Hellburst" traziam um patch de brinde, o mesmo que ilustra a capa do disco. ainda pode ser adquirido na loja virtual da Monstro Discos.

             Quer ouvir? Download aqui!
             Também disponível no Youtube!

Nenhum comentário:

Postar um comentário