terça-feira, 13 de maio de 2014

PexbaA (Unha Records, 1999)


               Primeiro disco do PexbaA, uma das principais bandas brasileiras na construção de música aleatória e organização de improvisos sonoros. A banda e o disco surgiram dos experimentos da Escola Mineira de Disfunção, que reuniu em Belo Horizonte músicos, alguns com experiências no metal extremo de BH, com vontade de produzir música fora de qualquer padrão, seja de métrica ou de mercado. Mercado? O que é isso?

               Uma banda que cria um próprio idioma para suas canções realmente não se importa muito com os padrões, o que faz o álbum funcionar muito bem. No primeiro registro da banda a qualidade dos arranjos produzidos para músicas livres, como "Jettuu" e "Tityus serrulatus", chama a atenção. "Geringonça" lembra os primeiros anos do Boi Mamão. É surpreendente como um projeto pode ser tão experimental e coeso ao mesmo tempo, os vocais malucos fazem sentido e o ouvinte sempre espera que aquele trompete volte cortando a canção, o que nem sempre acontece. A linguagem própria criada pelo PexbaA deixa tudo mais divertido e pode até enganar o ouvinte despreparado que pensa se tratar de um idioma real.

            O disco foi gravado em Belo Horizonte e lançado pelo selo da banda, a Unha Records. O projeto gráfico traz poucas informações, mas isto faz parte da característica da banda em se esconder no próprio registro. O trabalho foi bastante elogiado por onde o PexbaA passou, mas não o suficiente para tornar o quarteto conhecido no Brasil. O vídeo clipe de "Jujuilm" chegou a ser exibido no programa Alto-Falante, da Rede Minas.

                    Quer ouvir? Download aqui!

2 comentários:

  1. Achei esse trabalho muito bom. Venho fazendo um trabalho de música experimental baseado em poemas hai-kais, onde as melodias fogem dos padrões convencionais. Sugiro que se tiverem um tempinho ouçam um trechinho do que faz Phil Minton. Trabalho excelente elaborado por essa rapaziada do PeXbaA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senô!
      Quando tiveres algo do teu trabalho pronto para ouvir, manda aí, tenho interesse.
      O disco do PexbaA é muito bom, eles têm mais dois, o segundo tem aqui no blog.
      http://discofurado.blogspot.com.br/2013/02/pexbaa-amplitude-2004.html

      Excluir