terça-feira, 11 de março de 2014

Name It Yourself "Quero ser Paulo Ricardo" (Independente, 2005)


          A obsessão do Name it Yourself pelo decadente galã do rock brasileiro dos anos 80 Paulo Ricardo talvez seja a culpada pelo quinteto paulistano não ter recebido muita atenção com seu primeiro trabalho. Pelo título e pela arte gráfica do envelope que embala o CD, "Quero ser Paulo Ricardo" tem tudo para ser uma piada sem graça. E consegue ser uma piada sem atrativo, mesmo fazendo graça com a capa do filme "Quero se John Malkovich", de Spike Jonze.

          Entretanto, é quando o CD roda no aparelho que toda a "graça" da capa e do título passam a não ter importância. O que temos em "Quero ser Paulo Ricardo" são 12 hardcores muito bem gravados e executados com um vocal ora beirando o grindcore, "Eu não bato palmas" e "Falou", ora mais melódicos, A alma do negócio" e "Camisa cor de rosa". E tem boas letras, como "Pau no cu da cena" e "Esquadrão de ouro", esta sobre parte dos 21 anos de Regime Militar, um tema nada frequente em bandas de hardcore, principalmente nas surgidas depois da virada do milênio.

           O álbum levou mais de um ano entre 2003 e 2004 para ser gravado. A produção é do Fernando Sanches e a gravação ocorreu no seu estúdio, o El Rocha, local onde foram gravados muitos discos conhecidos do hardcore brasileiro da última década. A mal resolvida arte gráfica é autoria do vocalista do Name it Yourself, 286.

            Quer ouvir? Download aqui!

2 comentários:

  1. q nada, eu adoro essa piada e esse deboche aí, essa capa e esse nome me divertem há uns 10 anos

    ResponderExcluir
  2. Quem vê cara, não houve nada coração! ahahahah

    Mas eu fui contra a capa-piada ;)

    ResponderExcluir