quarta-feira, 19 de março de 2014

Aaaaaa Malencarada (Tó Records, 2002)


              Final dos anos 90 e dos restos da lendária banda Skijktl surgiu na capital paranaense o quarteto Aaaaaa Malencarada. De vida curta e intensa, a banda de nome esquisito deixou-nos apenas um registro, o seu único registro oficial.

            O álbum despeja em 46 minutos toda crueza punk rock que derrubava a energia elétrica pelos palcos em que o Aaaaaa Malencarada passava. Nem mesmo o vocal de Cris Thainy foi capaz de imprimir alguma doçura nestas 18 canções, cujos autores também comparecem no microfone, como o guitarrista  Norberto e o baixista Marcus "Coelio" Gusso. Numa das melhores do disco, "Amanhecer", quem aparece é Carlo Rettamozo. Antes de chegar ao disco o Aaaaaa Malencarada teve vídeos filmados por Peter Baiestorf e participou da coletânea em VHS "Os canibais-mabusiânus também dançam Vol. 1", de 1998.

                 A produção é tosca. O álbum soa como uma demo-tape, os pratos de bateria só vibram alto, por sorte não mais alto do que os vocais. Contudo, nada que também não acompanhe toda a urgência das letras e interpretações. A repercussão do disco foi mínima, ficando restrita aos poucos palcos curitibanos que abriram espaço para os shows imperdíveis do Aaaaaaa Malencarada.

                     Quer ouvir? Download aqui!
                     Também disponível no Youtube!

6 comentários:

  1. Massa é a fumaça que sai da massa! e dai!!!!
    eles foram trilha sonora num curta trash do Jose salles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Brutal420!
      Não sabia da história deste curta, não encontrei informações no google. Mas sei que o Peter Baiestorf filmou a banda e a incluiu numa coletânea VHS. Obrigado pela informação, vou procurar melhor. Abraços

      Excluir
  2. Vamos ao Bar - é minha e do Norberto Pie... fizemos no Linos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neri! Seu compositor boêmio! Já pensou quantas letras já foram feitas no Lino's? Quase não haveria rock curitibano se não fosse este bar clássico. Cheguei a frequentar umas três vezes, dali uns 4 anos o bar fechou e deixou um monte de gente órfã. Mas o Lino's resiste em outro lugar, mas lá eu não fui ainda. abraços, meu velho!

      Excluir
  3. Vi um show deles agora em novembro de 2015 no 92° Graus, com o baterista convidado Lalau.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir