sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Johnson's "Thanks" (Little Onions, 1998)


             Na segunda metade da década de 90 muitas bandas brasileiras ainda se arriscavam em compor letras em inglês. Apesar de o "cenário" para estas bandas ser bastante restrito, haviam as formações que tinham bom domínio técnico e conseguiam se aproximar de suas referências, mesmo que as letras muitas vezes não tivessem muito o que dizer, mas como o rock não é exatamente passar uma mensagem, pouco importava se o público não compreendesse o que o vocalista cantava/gritava/sussurrava.

             Entretanto, também haviam as bandas que cantavam em inglês, mas que pela falta de talento para compor boas melodias, e de domínio mínimo do idioma de seus ídolos, atingiam resultados medianos e raramente conseguiam sair da primeira demotape. O trio de Luziânia/Go Johnson's faz parte deste segundo time, com a exceção de ter chegado ao primeiro disco e ter participado de eventos importantes, como a segunda edição do festival Goiânia Noise Festival, em 1996, e a gravação de "Direito de fumar" para o disco "Traidô", o primeiro álbum em homenagem ao Ratos de Porão.

          "Thank's" traz 12 canções próprias distribuídas em pouco mais de meia hora. Ouvir o álbum está longe de ser uma tortura, muitas melodias são agradáveis e remetem às guitar bands inglesas, como Teenage Fanclub e Ride - esta na fase "Carnival of light" -, porém os arranjos não trazem criatividade: o timbre de guitarra é sempre o mesmo, o baixo apenas segue as notas comandadas pelo  guitarrista, a dupla de frente é formada pelos irmãos Alex e Alan Patriarca, há também erros perceptíveis de virada de bateria. 

           Mas o pior mesmo está nas letras escritas num inglês do tipo 5ª série, e não há letras no encarte, mas a equalização do som permite que o ouvinte ouça, e entenda (?) o que é cantado. Os título já dão uma mostra, "Love me", "My girl maybe understand", e quando chega em "Bonnie & Clayde" - sim, eles conseguiram errar o nome de Clyde no encarte - é porque está na hora de ejetar o disco.

            Quer ouvir? Download aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário