quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Fat Marley "New old world/future sun" (Outros Discos, 2003)


            Numa cena do filme Durval Discos (direção de Anna Muylaert, 2002) Durval, dono de um decadente sebo especializado em LPs, recebe a visita de dois ilustres clientes, o DJ Théo Werneck e seu amigo Marley ou Fat Marley. Ali se deu a primeira e, talvez, única aparição pública do autor de "New old world/future sun". Quem vê Fat Marley no vídeo sabe quem está por trás do coadjuvante silencioso que saúda uma cópia em vinil de "Kaya" retirado da prateleira, trata-se do velho conhecido André Abujamra.
Fat Marley (ou André Abujamra) Théo Werneck e Ary França em cena do filme Durval Discos

          Fat Marley gerou apenas um disco. Um projeto despretensioso no qual o autor se esconde, não há ficha técnica nem qualquer informação que apresente o inquieto gordinho das telas e da música. "New old world/future sun" tem 14 faixas próprias, todas muito longas, construídas com batidas eletrônicas repetitivas, samplers de cantos ritualísticos e barulhinhos de fundo. São 70 minutos nos quais fica difícil destacar alguma canção, afinal, elas não querem dizer nada, a começar por títulos como "Criy", "Vuba", "Huiie", "Zoiprumis", dentre outras. "Skankdinamite" tem participação dos companheiros de Karnak Sérgio Bartolo, no baixo, e Kuki Stolarski, na bateria.

        O álbum foi lançado pelo selo paulistano Outros Discos e passou praticamente despercebido, não chamou a atenção da mídia que mal soube se tratar de um projeto de André Abujamra. No projeto gráfico apenas ilustrações e fotos distorcidas. a pintura da capa é de autoria do alter ego de Fat Marley.

              Quer ouvir? Download aqui!

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Bruno, me manda teu email que eu te passo um link. Em janeiro vou consertar todos estes links, dá mó trabalhão revisar os links de todas as postagens.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Muito obrigado pelo link! e aproveitando, você não teria o segundo disco do fat marley chamado "fat marley is dead" lançado em 2007?

      Parabéns pelo trabalho!

      Excluir
    4. Bruno, eu não tenho esse disco. Mas estou procurando, quem encontrar primeiro passa para o outro heheheh abraços

      Excluir