quarta-feira, 24 de julho de 2013

Alzira Espíndola "AMME" (Baratos Afins, 1991)


         O segundo trabalho solo da sul-mato grossense Alzira Espíndola aproxima definitivamente sua voz à de Itamar Assumpção (1949-2003). Um amigo de longa data, além de parceiro na banda Mão de Pilão, de fins dos anos 70, e voz convidada na canção "Adeus Pantanal" do primeiro disco de Itamar por uma grande gravadora, "Intercontinental!! Quem diria! Era só o que faltava!" (Continental, 1988).

                  Em "AMME" as mãos e voz de Itamar Assumpção estão por toda parte. A ideia inicial era a de Itamar produzir um show de Alzira, muito pouco para os dois que poderiam viajar com o show, e assim o fizeram, felizmente também registraram o trabalho conjunto.

                Das 11 canções do álbum, apenas a abertura com "Aa Vaa Cama" não tem o dedo de Itamar, é parceria de Alzira com sua irmã Tetê Espíndola. Nas demais canções só dá Alzira e Itamar, o resultado é emocionante. É incrível como certas parcerias funcionam tão bem. "Sei dos caminhos", letra de Alice Ruiz e Itamar, está entre um dos melhores momentos de toda a discografia dos dois. "Man" é carregada de desejo de uma mulher à espera de que seu homem desligue seu walkman e a ame, o violão de 12 cordas está nas mãos de Alzira enquanto Itamar conduz teclado e bateria.

             Por sinal, o encontro de Itamar e Alzira não deixou espaço para mais ninguém, muito menos músicos de apoio. Quando Alzira larga o violão para cuidar do microfone, Itamar vai lá e pega violão, larga a bateria, o teclado, e o que mais cair na mão, e não precisa de mais nada. Apenas quatro instrumentos e vozes para construir belezuras para as letras de "Quantidade", "Azeite" e "Já sei", esta é bem a cara do Itamar dos discos "Beleléu, leléu, eu" e "Às próprias custas s/a".

            O álbum foi lançado pelo selo paulistano Baratos Afins em LP e recebeu edição em CD logo que a nova mídia chegou ao catálogo do incrédulo digital Luiz Calanca. O projeto gráfico traz todas as letras e um texto de apresentação escrito por Itamar.

             "AMME" são as iniciais de Alzira Maria Miranda Espíndola. Tá certo que o disco saiu há mais de 20 anos, mas se houverem reedições, bem que poderiam creditar o disco ao Itamar Assumpção também e no título!

            Quer ouvir? Download aqui!
            Também disponível no Youtube!

Nenhum comentário:

Postar um comentário