quarta-feira, 26 de junho de 2013

Wry "Heart Experience" (Tamborete Entertainment, 2000)



           O quarteto Wry foi formado em 1993 na cidade de Sorocaba/SP com o nome de Piso Sonoro. No ano seguinte assumiram o nome que os tornou conhecidos no underground nacional. Durante a década de 90 o Wry foi uma das bandas mais promissoras do cenário independente, participaram de festivais, era nome facilmente encontrado em fanzines e publicações que tinham como objetivo mostrar o que acontecia nos palcos menos concorridos pela grande mídia.

         "Heart Experience" é o segundo disco da banda. Tem uma produção mais apurada do que o primeiro, "Direct" (1998), ainda que sempre falte o peso ao som guitar-glam-punk. O álbum traz 14 canções em 58 minutos, com direito a alguns 'hits', como as excelentes "77:00" e "The new radio station no.1". "Jesus Beggar" ganhou vídeo clipe. Outras boas são o punk indie "You know why" e "man in black", ótimos arranjos de guitarra e bateria, respectivamente. De bônus ressurgem "That's me on the corner" em versão acústica e uma versão mais curta para "The new radio station no.1".


Bizz, edição 187, fevereiro de 2001
          Em 2001, o Wry organizou o festival Circadélica, que reuniu mais de 4 mil pessoas, e conseguiu a grana necessária para realizar um velho sonho dos rapazes, pagar as passagens e se mudar de mala e cuia para tentar a sorte da banda em Londres. E assim o fizeram, pouco antes se apresentaram no programa Musikaos, exibido pela TV Cultura, no qual Mario Bross, vocalista e guitarrista, mostrou insatisfação com as esperanças da banda por aqui "não queremos dividir camarim com o Tihuana, e sim com outras bandas", disse na entrevista. Anos antes o Wry abriu um show do Jota Quest e conseguiu cooptar "algumas fãs" do pop de rádio para o indie guitar. Por sinal, o Wry teve um fã clube muito ativo no Brasil, mesmo após a mudança para a Inglaterra.  




        Lançado originalmente pelo selo carioca Tamborete Entertainment, "Heart experience" recebeu uma edição posterior do selo Monstro Discos. O projeto gráfico é bastante caprichado, todo colorido, com bastante fotos e letras das canções, além de uma capa opcional. No final da década passada o quarteto voltou de Londres e encerrou atividades depois de 20 anos batalhando no underground.

            Quer ouvir? Download aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário