quinta-feira, 14 de março de 2013

Fuzzfaces "Voodoo Hits" (Rastrillo Records, 2007)



O trio paulistano Fuzzfaces teve pouco tempo de existência, contudo, foi tempo suficiente para ser a melhor banda de garage horror punk que o Brasil já produziu. Formado pelo baterista e vocalista Gregor Izidro, Wagner ‘Fuzz’ Tal, guitarra, e Andréia Crispim, baixo, obviamente a banda não teve reconhecimento além do público restrito e cativo que acompanha as bandas e as novidades do garage rock pelo mundo. Não por acaso, esta edição de “Voodoo Hits” foi lançado somente na Argentina por um selo especializado em bandas cruas e de canções nada lapidadas, Rastrillo Records.

“Voodoo Hits” tem 18 canções e nenhuma passa dos dois minutos, como o título afirma, trata-se de um disco cheio de possíveis hits, ouça “Peste”, “Autêntico selvagem”, “Só nesse caixão”, “Menina do Corcel vermelho” e comprove. “Um cara normal” é um hino do garage punk brasileiro.

Nem todas as canções são próprias e alguns heróis do garage rock são reverenciados, Billy Childish (“Lie detector”), The Avengers (“Be a caverman”) e Kit & The Outlaws (“Don’t tread on me”), são alguns deles. Na última canção, “Agora não tem volta”, um diálogo retirado de um filme chama a atenção, um casal num restaurante tem a sua frente um cardápio com pratos cujos ingredientes levam todo tipo de drogas, vai de sopa de bolinha ou cocada de cocaína? A maconha mineira acompanha tutu e torresmo! Tentador, não?

Produzido pela banda em parceria Clayton Martin, do Submarino Studios,  “Voodoo Hits” traz de bônus o EP “Não Estamos nem aí (We don’t give a fuck)” anterior à “Voodoo hits”, mas que não chegou a ser lançado. O projeto gráfico no formato digipack é bastante caprichado e traz boas ilustrações, além de uma página interna repleta de fotos e cartazes de apresentações do Fuzzfaces, contudo, faltam letras e informações de ficha técnica, que ficaram muito limitadas nas poucas linhas da contra capa, nada que desmereça o disco.

Quer ouvir? Download aqui!

4 comentários:

  1. fala aí veio
    do caralho o blog...
    tem como reupar rdp e sepultura juntos?? ta fora o link...
    tenho coleção de bizz anos 80 e filipetas dos anos 90 de vários shows... posso contribuir?

    ResponderExcluir
  2. prazer para Rastrillo Records esas palabras! abrazo grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rastrillo!
      Gracias! Yo soy fan de los discos independentes de Rastrillo Records!

      Excluir