domingo, 17 de março de 2013

Lacertae "Berimbau de Cipó Imbé" (Independente, 2002)

                                 



                 Do pequeno povoado de Campo do Criolo, distrito de Lagarto no interior sergipano vem o Lacertae, palavra que em latim significa lagarto. O Lacertae começou como um trio experimental, e chegou ao seu primeiro disco, este “Berimbau de cipó imbé”, reduzido ao duo Deon Costa (voz e guitarra) e Aldemir Tacer (berimbau, bateria e efeitos).

Bizz, edição 135
              O álbum tem 15 canções, todas próprias, em quase uma hora de duração, as letras retratam abstrações e carregam uma poética psicodélica. A sonoridade chama a atenção, afinal, os dois integrantes conseguem preencher os arranjos, a guitarra hendrixiana de Deon mostra completa sintonia com a percussão de Tacer, que toca bateria e berimbau ao mesmo tempo, produzem uma sonoridade única e cheia de referências, do nordeste e do mundo, não é à toa que o Lacertae já foi chamado muitas vezes de Beck do Sergipe, um erro, afinal, a banda consegue ser muito mais que isso, não se prende a nenhuma estética ou lugar. Destaques para: “Líquido”, “A chamada”, “Sorria” e “Céu bonito”.

            “Berimbau de cipó Imbé” foi lançado de maneira independente com apoio da Lei Federal de Incentivo a Cultura, obteve bons resultados na mídia especializada e levou o Lacertae a se apresentar noutras capitais, incluindo uma participação memorável no programa Musikaos, exibido pela TV Cultura. O projeto gráfico é caprichado, traz todas as letras, fotos ilustrações e ficha técnica. Anos após a banda deixou mais um registro, o disco “A volta que o mundo deu” (Amplitude, 2004).

Quer ouvir? Download aqui!                                                

2 comentários: