sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Radar Tantã "Passeio entre o céu e o sol" (Naphta Music, 2004)



O Radar Tantã foi formado em Belo Horizonte, em 1998, a partir da dissolução do Virna Lisi, de lá saíram César Maurício e Ronaldo Gino após 10 anos, e três discos, com a proposta de um novo trabalho. O lado mais heavy rock’n roll, que cativou um grande público e conquistou respaldo na mídia especializada, deu espaço para novas experiências, com batidas eletrônicas e outros efeitos, influenciados pelo baixista e produtor Gerson Barral, completou a formação o baterista Flávio Garcia.
Revista Showbizz

Ao contrário das demais bandas na época, e talvez antevendo a importância da linguagem visual para as bandas independentes dos anos posteriores, o Radar Tantã se preocupou mais com os vídeo clipes do que em apressar seu primeiro disco. Antes de “Passeio entre o céu e o sol” foram lançados clipes de músicas que só eram encontradas no CD demo da banda, tais como “Na dúvida, atire”, “Todos os dias”, feitos em animação e bastante exibidos na MTV, e também no programa Alto-Falante, da Rede Minas. Outro video clipe foi feito para “Rol”, canção que  poderia ter entrado facilmente neste primeiro e único disco.

Quando o álbum foi lançado Ronaldo Gino já não fazia mais parte do Radar Tantã, completada com a participação da guitarra de Rogério Delayon. Trata-se de um disco bem produzido, de belas canções e letras inspiradas de César Maurício. Transita entre leveza e amargura, consegue ser delicado e áspero ao mesmo tempo, como em “E ela disse” e “Nos jornais”. “Esse nosso amor” tem um lindo arranjo de cordas, umas das mais legais do disco. Em “Consul caramelo” e “Radio song” não há como esquecer das canções de Lô Borges, uma referência e influência assumida pela banda, por sinal, Lô toca o piano de “Pode esquecer”, com direito a incidental “Je t’aime moi non plus”, de Serge Gainsbourg.
Revista Outracoisa

O projeto gráfico traz ilustrações de César Mauricio e foto nefelibata da capa por Fernando Libânio, além de todas as letras e ficha técnica. “Passeio entre o céu e o sol” foi produzido e gravado por Barral e Pipi Jones em Belo Horizonte, lançado pelo selo, quase desconhecido, Naphta Music com péssima distribuição da Trama. A distribuição ruim somada ao grande tempo que o disco levou para ser lançado fez com a repercussão não fosse suficiente para a beleza do álbum.

Quer ouvir? Download aqui!

9 comentários:

  1. muito bacana! curtia mt virna lisi e do radar sacava só o videozinho em animação q passava na mtv! valeu cara! abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Coffeeboy!
      Os vídeos do Radar Tantã chamavam muito a atenção mesmo, conheci a banda através dos vídeos, pena que a banda demorou muito para lançar disco. Acredito que isso atrapalhou na trajetória da banda.

      Excluir
  2. Banda bem bacana! Embora, eu prefira o Vurna Lisi.Valeu pelo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Levi!
      O Radar é sensacional, mas é diferente do Virna, que é mais pesado. Em comum, as duas bandas fazem uma falta danada, adoraria ver ao vivo.
      abraços e obrigado pela visita!

      Excluir
  3. Olá, moço! Alguma chance de você ter o "Na Dúvida, Atire!" para compartilhar com a gente? Não se encontra em lugar nenhum na net. Desde já, obrigada. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tenho esse CD, Suzy. Vou compartilhar me breve. Me cobre. ehehehe
      beijos

      Excluir
  4. Disco furado por favor compartilhe "Na Dúvida, Atire!" Radar Tanta!
    Vc prometeu, apesar de não ter prometido para mim,estou cobrando! Rs.

    ResponderExcluir
  5. Ae Suzy Lelé, Não tenha medo meu bem, são só palavras !!! bj

    ResponderExcluir
  6. Order a Sparkling White Smiles Custom Teeth Whitening System online and get BIG SAVINGS!
    * Up to 10 shades whiter in days!
    * Results Are Guaranteed.
    * As good as your dentist, for a fraction of the cost.
    * Same as dentists use.

    ResponderExcluir