sábado, 29 de setembro de 2012

Pelebrói Não Sei? "Positivamente Mórbido" (Barulho, 2001)



O primeiro disco do quarteto curitibano formado por Oneide, Joca, Paulo e Guilherme é um dos melhores discos de punk rock brasileiro. Distante das posturas de protesto e dos ataques nucleares, mais próximo de Replicantes, Cascavelletes, Ramones e Roberto Carlos.

“Positivamente Mórbido” traz 17 canções de puro punk rock ramoníaco, bom para animar qualquer festa alcoólica, como pode ser observado em “Tum tum pá yeah”, “Odontalgia” e “Gata pelebrônica”. “Ted holiday club” é um punk’a’billy que ganhou um baixo pau comandado por Gus Tomb. “O funil” tem letra de JR Ferreira e também fez parte do repertório do Limbonautas. Tem baladas também “Tchau!!!”, “Céu sem cor” – um hit – na verdade quase todas são baladas, baladas punks com letras sobre pés-na-bunda, desencontros amorosos e morte, este é um tema recorrente e justifica o título do disco. Por fim três canções retiradas da primeira demo tape.

O disco foi lançado pela gravadora curitibana Barulho Records e teve uma boa recepção, sua tiragem inicial logo se esgotou, afinal, nesta época a banda fazia shows semanalmente e arriscou incursões por outros estados, com destaque para a participação no 8º Goiânia Noise Festival. Os shows eram imperdíveis, a performance alucinada de Oneide realmente contagiava o público. O projeto gráfico do álbum é bastante simples, faltou atenção na diagramação, porém o encarte traz letras, ficha técnica e fotos dos integrantes.

Quer ouvir? Download aqui!

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Palavrasqueimportam!
      Obrigado pelo comentário. Agora o link está ativado. Baixe aí.
      Abraços

      Excluir