segunda-feira, 16 de julho de 2012

Divine (independente, 1996)



Bizz, edição 142, maio de 1997
            Durante um momento da década de 90 a mais importante banda de Brasília foi o Divine. O quarteto formado por Cláudio Bull, Thiago Bouza, Wilton e Wagner Rossi, de inspiração punk nas letras de Bull e sonoridade barulhenta inglesa. O diferencial do Divine entre as bandas alternativas e guitar bands nacionais da época era as letras em português, algo raro naqueles tempos, por sinal as letras são muito boas, quase poesias sobre relacionamentos e abstrações existencialistas.

        O disco foi gravado em Brasília no estúdio de Geraldo Ribeiro e produzido pelo Paulo Beto (aka Anvil FX), que trouxe a influência das batidas eletrônicas e programações de algumas canções. Alguns destaques: "A rainha das garotas más" com mais de 8 minutos de três versos cíclicos e noise de estúdio, "San Antonio do descoberto", com guitarra barulhenta cheia de efeitos e de refrão pegajoso, além de "Cartas para Thor".

            A estréia teve bastante repercussão e elogios na mídia especializada, assim como as demo tapes lançadas anteriormente. O disco foi lançado pelo próprio selo do grupo, Batum Hum, o projeto gráfico é bastante caprichado com fotos da banda, letras e ficha técnica, mas sem referência ao autor. O Divine chegou a lançar um compacto, "Souvenir" (Monstro Discos, 2000) e encerrou atividades pouco tempo depois.

            Quer ouvir? Download aqui!

2 comentários:

  1. Vlw....estava querendo escutar de novo

    ResponderExcluir
  2. Samir!
    Por nada, tem o "souvenir" do Divine aqui no blog também
    abração

    ResponderExcluir