segunda-feira, 4 de junho de 2012

V.A. "Reiginaldo Rossi - um tributo" (Mangroove, 2000)




Discos tributos são sempre assim: tem alguma versão legal, mas a maioria fica devendo. Com o tributo ao Reginaldo Rossi (1944-2013) a afirmação acima se ratifica, contudo somente a ideia de pegar artistas pernambucanos (exceção feita, pelo menos, ao Zé Ramalho que é paraibano) para homenagear o repertório do grande ídolo popular Reginaldo Rossi já vale para conferir o trabalho que tem como mérito a diversidade de estilos num tributo, tem forró, MPB, ska, punk rock, eletrônicos experimentais, manguebeat...

O disco abre com Lenine interpretando a preciosidade “A raposa e as uvas” numa versão bem característica do intérprete. Zé Ramalho surge em seguida com um forró pé-de-serra da linda “Era domingo”. Cascabulho pegou “Deixa de banca” e arrebatou-a num ska “made in PE”. Querosene Jacaré transformou “Tô doidão” num surf punk muito divertido. Lula Queiroga quebrou “Pedaço de mau caminho” em vários pedaços desencontrados. Stela Campos e Loop B desconstroem “Tão sofrido”, bastante experimental, há de se levar em conta que os interpretes imprimiram muito bem seus trabalhos pessoais, se deram bem.  Geraldo Azevedo faz um karaokê de “As quatro estações” e garante a letra em sua bela voz. mundo livre s/a ficou devendo uma versão “mais forte” para a estupenda “Mon amour meu bem ma femme”. 

Eddie e DJ Dolores pegaram “Cuca fresca” e passaram despercebidos pelo disco. Via Sat fez uma versão muito legal de “Complexo de cachorro”, representaram muito bem a segunda geração do manguebeat. Otto se perde no hit “Garçom”, que por sinal não chega nem perto das melhores canções do (Rei)ginaldo Rossi. Devotos arrebenta no punkrock rápido e sem firula de “O rock vai rolar”. DPM E Os Fulanos refizeram um lado B do Rei, “No claro ou no escuro”. Veio Mangaba e Suas Pastoras Endiabradas chegam para destruir todas demais interpretações com um squizo-foxtrot-brega de “Ai amor”, uma versão linda. Comadre Florzinha com suas belas vozes capricham em “Desterro”, só percussão e voz. Por fim uma das bandas de rock mais esquisitas de Recife, o Paulo Francis Vai Pro Céu revive o clima jovem guarda, com peso, de “O Pão”.

“Reiginaldo Rossi – um tributo” foi lançado pelo selo pernambucano Mangroove, propriedade de Paulo André, com distribuição nacional feita pela extinta Abril Music e apoio da Prefeitura de Recife. O projeto gráfico é bonito, traz todas as letras, ficha técnica das bandas e suas gravações, além de uma frase do homenageado que realçava sua “modéstia habitual”: “Pra mim, se eu tenho a música, quanto mais pessoas gravam, melhor pra mim”.

"Reiginaldo Rossi - um tributo" teve uma repercussão pequena nacionalmente, não trouxe maiores resultados nem para as bandas participantes nem para o homenageado, de passagem vale afirmar que discos tributos não são compreendidos no Brasil - inclusos gravadoras, mercados e público.

6 comentários:

  1. esse link daí de cima está morto. um vivinho da silva (pelo menos por enquanto): http://www.mediafire.com/?zr777515faa3c7n

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bernard! Troquei o link, tente aí e me diga se deu certo.
      Obrigado pela visita
      O mediafire tirou meus links do ar, filhosdaputa. hehehe

      Excluir
  2. Baixando aqui pra ver se a galera de Pernambuco continua mandando bem como sempre.

    Ps.: Comadre Florzinha ou Comadre Fulozinha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mário!
      Espero que stenha rolado o download, tô com problemas nos servidores e com pouca paciência para ripar os CDs e fazer upload de tudo...
      No CD tá escrito Comadre Florzinha mesmo. Mas, a banda é mais conhecida como Comadre Fulozinha, como você afirmou. Obrigado pela visita! Abs!

      Excluir
    2. Obrigado cara,
      Consegui baixar no 4shared. Versão massa essa do Lenine para "A Raposa e as Uvas", viu?

      Excluir
    3. É Mário! Tem umas versões fantásticas, a do Lenine é uma das preferidas. Tem outras, Zé Ramalho, Querosene Jacaré, Veio Mangaba e Suas Pastoras Endiabradas... um excelente disco-homenagem ao Rei!

      Excluir