domingo, 29 de abril de 2012

Ratos de Porão + Sepultura - 80's jam sessions "We are a fuckin' shit!: uma sensacional compilação de bandas que não existem" (Rotthenness, 2000)



             
                Só para fãs, e daqueles tipos mais estúpidos. Este disco é uma grande zoeira, reúne as ideias mais doidas do João Gordo com o apoio dos demais RDP's - Jão, Jabá, Spaghetti - mais o Sepultura - Igor, Max e Andreas - e outras intervenções em bandas que jamais existiram, muito menos foram planejadas ou ensaiadas. Como o título diz, são jam sessions ocorridas na década de 80 e que reúnem parte da loucura que foi a trajetória do Ratos de Porão, quem já viu o documentário "Guidable" e o DVD de extras pode ouvir o disco sem problemas, o filme funciona como um guia.

             O álbum foi lançado originalmente numa fita K7 em 1989, permaneceu como uma raridade até 2000 e mesmo depois de ganhar edição em CD, pelo selo Rotthenness Records (especialista em noise core, grind) não fugiu de sua característica existencial: um disco que não deve ser ouvido.

             Temos aqui 10 bandas em 12 "canções" (mais um bônus surpresa), cada faixa é uma banda e as gravações são de baixa qualidade, variam entre o horrível e o audível. O álbum abre com a Barulheiras Parkinson, a mais ativa das bandas inexistentes do disco, basicamente reúne o núcleo RDP num revezamento de instrumentos, Jão volta pra bateria e Gordo mostra seus "dotes" de baixista. O Jamais Jamel traz Gordo, Max e Igor ao vivo num lugar chamado Limbo, em 1988, numa banda de noise core que só teria público se se levasse em conta as figurinhas barulhentas da recém banda. PxDxRx é o RDP com covers de Extreme Noise Terror, Discharge e Lurkers, gravação boa! Retumbators é algo que hoje chamaríamos de one man band mais tosca dos últimos dias, ou o Gordo com um liquidificador, serviu de base para a formação do TDG, na década seguinte, dessa vez com o Pedrão a cargo do eletrodoméstico a serviço do noise.

Encarte: um guia muito importante estas horas
             O disco segue com outras "bandas", tais como Fantahuva - que parece um ensaio do Minutemen!. Mais Spalmidead, Broken Foot, Madonna's Kids (um coral para o noise!) uma gravação de "Caos" com o próprio RDP. E fecha com outra formação reunindo Sepultura e João Gordo, dessa vez denominados como J. Dingão e Seus Dingo Lindos ao vivo no Dama Xoc, com interpretações de Titãs, Dead Kennedys, Sex Pistols, Ramones e outros numa gravação muito boa, um presente para quem prestou atenção em todas as bandas e faixas.

             "We are a fuckin' shit" teve uma tiragem pequena e quase nenhuma divulgação, o eficiente projeto gráfico é da Priscila Farias, que ilustrou a fabulosa revista Animal, tocou bateria no Disk Putas e Kleiderman. O encarte traz as informações necessárias para conhecer o disco. Sem o encarte é difícil reconhecer qualquer coisa nesta zona, tem a formação das "bandas" e canções. Enfim, um disco sem nenhuma pretensão que se não fosse o relançamento da Rotthenness permaneceria como uma lendária K7 cheia de pequenas histórias esquecidas entre noites alcoolizadas, ou apenas histórias para contar, bom, na verdade ainda é isso mesmo.

              Quer ouvir? Download aqui!

5 comentários:

  1. Vi um show do Barulheiras Parkison no Dama Xoc, abrindo para sabe-se lá quem. Conheço o Nelson da Rothenness, mas confesso que nunca soube da existência desse K7 e nem sequer do CD. Aliás, parabéns pelo blog. Um resgate precioso da cena underground brazuca dos 90's. Vivi bastante essa época, conheci muitos desses músicos e vi/ouvi muitas bandas que vc trata aqui. Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe Agencia!
      Obrigado pela visita e pelo comentário. Tem uns vídeos desas bandas "experimentais" (isso para não falar que o som é de todo ruim) no DVD de extras do Guidable. O Nelson tinha bastante destes CDs, acho que ele ficou com alguns, mas não garanto. O meu é este que eu usei na postagem e eu comprei dele há uns 10 anos. (por sinal, o download desta postagem tá todo quebrado e eu tenho de subir tudo de novo).
      Abraços!

      Excluir
    2. trampei com o nelson na epoca do rises from black ep do krisiun,ele fudeu mi vida fazendo eu ouvir uns 4,000 dicos de seu acervo partclr,,,hehehehe graças a Deus muita podrera!!!!!!

      Excluir
    3. Tattoo & Desenhos!
      hahahaha muito bom este comentário. O Nelson deve ter rum acervo foda, apesar de que ouvir 4 mil discos de noise core não deve ser uma tarefa fácil. heheheh Abraços e obrigado pelo comentário!

      Excluir
  2. Acabei de baixar aqui e parece que está tudo certo com o arquivo. Obrigado!

    ResponderExcluir